Feliz 2013 !

FERIAS

Anúncios

Possibilidades de cura para Diabetes Tipo 1 e outros males

Um estudo conseguiu eliminar diabetes tipo 1 em ratos, e este avanço pode abrir caminho para tratar doenças autoimunes. O tipo 1 da Diabetes costuma surgir na infância ou na adolescência. Do Globo Online, a partir de notícias da AFP:

Cientistas suíços conseguiram reprogramar o sistema imunológico de cobaias para eliminar a diabetes tipo 1, que geralmente surge na infância ou na adolescência e responde por cerca de 10% dos casos de diabetes.

Segundo os pesquisadores, a técnica aplicada também abre caminho para o tratamento de outras doenças autoimunes — que ocorrem quando as próprias células de defesa atacam o organismo –, como a esclerose múltipla.

Em uma experiência com ratos, os cientistas conseguiram atacar os linfócitos T, que têm a chave da imunidade celular. No caso da diabetes tipo 1, eles atacam as células beta do pâncreas, produtoras de insulina, o que compromete a digestão de açúcares.

Para eliminar a agressividade destes glóbulos brancos, os biólogos da Escola Politécnica Federal de Lausanne utilizaram uma proteína modificada que permitiu eliminar totalmente os sintomas da doença.

Os primeiros testes clínicos deverão ocorrer em 2014 para tratar, em primeiro lugar, os efeitos colaterais induzidos no sistema imunológico para o tratamento da gota, uma doença crônica vinculada ao metabolismo do ácido úrico.

Leia mais clicando aqui.

Publicado em Medicina. Tags: . 1 Comment »

Inaguração da nova Livraria Cultura no Centro do Rio de Janeiro em 17.12.2012

livraria cultura

Reciclando Vidas e Reforço do Futuro 2012

As crianças e adolescentes dos projetos Reciclando Vidas de São Gonçalo e do Reforço do Futuro no Complexo do São Carlos, ambos do Instituto Synthesis, participam de natal solidário na quadra da escola de samba Estácio de Sá em 18.12.2012:

O evento de Natal é promovido pela Supergasbrás, empresa líder em venda de gás LP e que investe em responsabilidade social e ambiental. O evento acontece no dia 18 de dezembro, terça-feira, das 12 às 17 horas, para 500 convidados dentre eles 195 crianças que são atendidas pelo Instituto. Na festa natalina, além da ceia oferecida aos convidados, as crianças terão oportunidade de brincar, assistir a apresentação da bateria da escola de samba Estácio de Sá e receber o Papai Noel que entregará os presentes arrecadados pelos funcionários da Supergasbras, por meio do programa nacional de voluntariado.

Projeto Reciclando Vidas

É um projeto social desenvolvido pelo Instituto Synthesis, voltado para as famílias de catadores do Aterro de Itaoca (São Gonçalo/RJ), com patrocínio do Programa Desenvolvimento& Cidadania da Petrobras, e apoio da Haztec Tecnologia e Planejamento Ambiental SA. Os focos centrais do projeto são a promoção dos direitos das crianças e adolescentes e o oferecimento de alternativas de desenvolvimento social para os catadores.

reciclando vidas

O Reciclando Vidas atende diariamente 130 crianças e adolescentes (de 4 a 16 anos) em ações educativas, e oferece uma bolsa-auxílio mensal para suas famílias. Além disso, o projeto também prevê a efetivação de cursos profissionalizantes e articulação com empresas para ampliar as chances de inserção de jovens e adultos que viviam como catadores.

Projeto Reforço do Futuro

Acontece desde 2009 e tem como principal objetivo contribuir para o aumento da escolaridade de 65 alunos (de 7 a 15 anos) matriculados nas escolas municipais localizadas nos bairros do Complexo do São Carlos- Estácio, Rio Comprido e Catumbi. Em complemento ao horário escolar são oferecidas duas horas de aula, quatro vezes por semana, de reforço escolar, artes, oficinas de inglês e educação física. Além disso, são oferecidos: atendimento social para as famílias, encaminhamentos profissionais e na área da saúde para os responsáveis.

Reprogramando o vírus da AIDS para curar a Leucemia

De acordo com o Globo Online, uma criança se tratou da leucemia através de vírus HIV desativado. Um elemento que gera AIDS reprogramou sistema imunológico para combater células cancerosas e os médicos se mostram esperançosos quanto ao uso para futuras curas?:

Quem olha para Emma Whitehead saltitante e feliz não consegue imaginar que, meses antes, a alegre criança, de 7 anos, quase morreu devido a uma leucemia. Após um teste em que médicos da Hospital Intantil da Filadélfia, nos Estados Unidos, usaram vírus HIV deficientes, causadores da Aids, para programar geneticamente o sistema imunológico para combater as células cancerosas, a doença desapareceu. O surpreendente resultado animou os cientistas, que já se mostram esperançosos quanto ao futuro do tratamento.

Emma sofria de leucemia linfoblástica, que consiste na produção de glóbulos brancos imaturos , desde 2010. Não havia muitas opções. Já havia sofrido duas recaídas. Desesperados e com medo de perder a filha única, os pais decidiram apostar na experiência do Hospital da Filadélfia, que já havia tratado outros 12 pacientes com o método. Três adultos apresentaram remissão completa. Dois, porém, apresentaram melhoras por apenas dois anos e quatro não obtiveram a remissão total. Uma criança, melhorou, mas teve uma recaída. Em dois, o tratamento não funcionou. O método, portanto, não garantia a eficácia total.

Células T, presentes no sistema imunológico e que têm como especialidade combater objetos invasores, foram retiradas do corpo de Emma. Neste momento, foram reprogramadas geneticamente através de vírus desativados de HIV, que, segundo os médicos, funcionam melhor com este tipo de célula. Elas, foram, então, reinseridas no organismo. Logo começaram a se multilpicar freneticamente, o que fortaleceu o combate às células B, que geram a produção de elementos malignos que levam à leucemia.

Leia mais clicando aqui.

SP: Conexões Criativas 2012

Innovation equals money

RJ: Chegada do Papai Noel em Madureira em 08.12.2012

Fonte: jornal O Dia de 07.12.2012.

OD0712F

%d blogueiros gostam disto: