UniRio: Murinho da Honestidade

Um local que vem sendo chamado de “Murinho da Honestidade”: um muro dea UniRio qye serve para fazer negócio e praticar a honestidade, onde o vendedor deixa produto e vai embora, o comprador escolhe e deixa seu dinheiro… Veja a reportagem do G1:

Na faculdade de música, Gabriel aprende os concertos para flauta. No intervalo das aulas, ele ouve uma outra doce melodia.

Os alunos de uma universidade olharam para um murinho e enxergaram uma oportunidade de fazer negócios, de aumentar a renda. Já seria uma boa ideia, mas os estudantes deram um passo além: decidiram confiar um no outro e transformar o pedacinho do mundo. Nasceu assim o “murinho da honestidade”.

Sem câmeras, sem vigilância. O vendedor deixa o produto e vai embora. O comprador escolhe e deixa o dinheiro. Tão simples e tão seguro que parecia bom demais para ser verdade.

“Eu pensei: é furada! Todo mundo deve roubar esse negócio, nunca que isso funcionaria. Aí eu pensei: bom, vou testar. O máximo que vai acontecer é eu perder um brownie ou dois, mas não aconteceu.”, conta Gabriel Ferrante, estudante de Música.

Hoje ele paga o aluguel com o que vende. E se tem tanto movimento é porque, além dos brownies do Gabriel, o murinho da UniRio, a Universidade Federal do Estado do Rio, tem muito mais.

Pastéis de queijo, brigadeiro normal e de churros, mousse de maracujá cremoso, só R$ 1, trufa delícia. Um lugar onde é possível comprar beijinho e pagar com declaração de amor.

Veja o vídeo clicando aqui.

Anúncios

Quimioterapia: Menos efeitos colaterais

Fonte: jornal Metro Rio de 30.05.2017.

musicamagia.wordpress.com

Dia do Orgulho Nerd: Promoção na Saraiva em 25.05.2017

Veja mais emhttp://www.saraiva.com.br/orgulho-nerd

Joana D’Arc Félix de Souza: Pesquisadora brasileira de Franca para o mundo

Aos 53 anos, a cientista PhD em química e professora Joana D’Arc Félix de Souza conquistou status visionário por sua atuação em pesquisas com o objetivo de poupar o meio ambiente de agressões e melhorar a qualidade de vida das pessoas:

Joana nasceu em Franca (SP) no seio de uma família com poucos recursos financeiros. Sem condições de mantê-la em uma creche, a mãe optou por levar a caçula para o trabalho todos os dias. A patroa, diretora do Sesi, descobriu uma habilidade precoce na menina, que aprendeu a ler aos 4 anos.

(…) “Eu queria fazer química porque eu via os químicos trabalhando nos curtumes e achava bonito. A gente era tão mal informada que eu achava que químicos só trabalhavam em curtume. Então, o meu objetivo era fazer química para trabalhar no curtume.”

Ela foi em frente no sonho de conquistar uma vaga nas disputadas Unicamp, USP e UNESP. Foi aprovada em todas e escolheu com segurança a universidade em Campinas (SP), distante 330 quilômetros de casa.

Joana D’Arc Félix de Souza

Joana D’Arc Félix de Souza

(…) Na Unicamp, Joana ampliou o currículo e tornou-se doutora em química industrial, em 1994. Os artigos publicados sobre a síntese de fármacos renderam a ela um convite para fazer o pós-doutorado em uma das instituições mais prestigiadas do mundo, a Universidade Harvard, nos EUA.

A pesquisadora rumou então para Cambridge para avançar em mais uma etapa promissora da carreira. O assunto de sua tese acabou surpreendendo os orientadores. “Quando eu fui fazer o pós-doc a sugestão era trabalhar com reaproveitamento de resíduos e meu orientador me falou ‘você quer trazer um problema brasileiro?’. Meu pai já tinha sugerido para eu levar os resíduos do curtume aqui para ver o que eu podia fazer.”

(…) Há 12 anos, ela passou a atuar na Escola Técnica Estadual (ETEC) em Franca e começou a desenvolver projetos de pesquisa, conquistando discípulos e prêmios – 56 no total.

(…) Ao lado dos alunos, Joana desenvolveu o trabalho que rendeu-lhe o prêmio Kurt Politizer de Tecnologia 2014, concedido pela Associação Brasileira da Indústria Química (Abquim), um reconhecimento aos projetos de inovação tecnológica na área. A pesquisa diz respeito à utilização da pele suína em transplantes realizados em seres humanos. A ideia de pesquisar o assunto surgiu quando um trabalhador em Franca sofreu graves lesões ao derrubar um galão de ácido sulfúrico sobre o corpo por acidente.

Leia a matéria completa clicando aqui.

RJ: Turismo Cultural no Bairro Imperial de São Cristóvão em 20 e 21.05.2017

Fonte: 1001roteirinhos. Clique na figura para abrir em tamanho maior.

RJ: Semana Nacional de Museus 2017

Fonte: jornal Metro Rio.

musicamagia.wordpress.com

Dia das Mães 2017: Bondinho do Pão de Açúcar com desconto

Fonte: Twitter.

%d blogueiros gostam disto: