A música da natureza, por Bernie Krause

No livro “A grande orquestra da natureza”, o músico Bernie Krause descreveu sua experiência nos locais mais isolados do planeta, gravando os sons naturais. Ele defende que os primeiros humanos evoluíram em meio a essa orquestra ancestral, e foi ali que eles aprenderam a vocalizar, cantar e falar. Hoje, essas melodias antigas estão ameaçadas pela própria ação do homem. Algumas das diversas paisagens sonoras registradas por Krause podem ser ouvidas no site da editora Zahar (clique aqui). Em matéria publicada no site da revista Veja, o músico americano fala mais sobre seu trabalho:

O músico americano Bernie Krause passou boa parte de sua juventude fechado em estúdios de gravação. Para pagar sua faculdade, no final dos anos 1950, tocou guitarra em diversos discos da gravadora Motown. Já na década de 1960, descobriu os sintetizadores e se tornou um dos primeiros a utilizá-los na música pop, participando de álbuns de artistas e bandas como Rolling Stones, Bob Dylan, Stevie Wonder e George Harrison. Passou também por Hollywood, onde colaborou com as trilhas sonoras de filmes como O Bebê de Rosemary e Apocalipse Now. Há mais de 45 anos, no entanto, ele resolveu deixar os claustrofóbicos estúdios para trás e levar seu trabalho para ambientes mais selvagens: passou a trabalhar com a música produzida pela própria natureza.

Bernie Krause

Bernie Krause

Com o passar dos anos, e depois de uma pós-graduação em bioacústica, acabou se tornando um dos principais pesquisadores das paisagens sonoras naturais do planeta. Seu trabalho consiste em ir para o meio do mato — ou do mar, da geleira, do deserto — e gravar o som ambiente. Segundo Krause, os ruídos produzido por pássaros, sapos e rãs, mamíferos, insetos e até larvas soam todos como parte de uma mesma orquestra. “Muitas tribos e grupos de caçadores-coletores definiam essas paisagens sonoras como o som do divino”, disse em entrevista ao site de VEJA.

Leia a matéria completa clicando aqui.

Anúncios
Esse post foi publicado em Artes e Cultura, Fauna e Flora, Meio Ambiente e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s